Sítios arqueológicos em Trujillo


Sitios Arqueologicos Trujillio

Em nossa visita a cidade de Trujillo, aproveitamos para conhecer alguns importantes sítios arqueológicos, as Huacas, templos que contam a história das culturas pré incas, Mochica (ou Moche) e Chimu.

Durante 2 dias de passeio conhecemos a Huaca Arco Íris e a Huaca Esmeralda, da cultura Chimu, e a Huacas del Sol e de la Luna, dá cultura Mochica.

Sítios arqueológicos

Huaca Arco Íris

Localizada no distrito de La Esperanza, esta a 3,5 km de Trujillo, com uma data de construção prevista no século X – XI D.C., já foi conhecida também como Huaca del Dragón.

Planta Tridimensional da Huaca Arco Irís (Fonte: Painel no Local)

Planta Tridimensional da Huaca Arco Irís (Fonte: Painel no Local)

Acredita-se que aqui foi um templo administrativo e religioso da cultura Chimu, onde eram realizadas cerimônias festivas religiosas, onde também cultuavam os deuses da fertilidade, a água e fenômenos celestes. Tudo que estava ligado a cultivo da terra. Nos 14 pequenos depósitos da Huacas foram encontrados grãos e artesanatos de pedra, madeira e cerâmica, acredita-se que era um local de deposito e de oferendas.

Nos muros que cercam o templo é possível notar o desenho que deu o nome mais conhecido ao local, um arco íris. Além de imagens que representam a dança da chuva.

Huaca Esmeralda

Localizada a 1 km de Trujillo, na estrada que vai sentido a Huanchaco, com uma data de construção prevista no século XII – XV D.C.,foi um importante centro de cerimônias da cultura Chimu. Durante os estudos e analises foram encontrados detalhes parecidos com os do Palácio Tschudi, constatando a ligação entre esta huaca e a capital.

Vista da rampa de acesso principal

Vista da rampa de acesso principal

Acredita que este foi um importante centro de cerimônias, e por conta dos desenhos que decoram os muros veneração ao sol e a lua, que influenciavam a agricultura e os mares.

Huaca del Sol e de la Luna

Um dos mais importante sítios arqueológicos de Trujillo, apenas a Huaca de La Luna está aberta para visitação, e ela é referência para a Cultura Mochica (ou Moche).

Cartaz ilustrativo da Huaca de La Luna

Cartaz ilustrativo da Huaca de La Luna

As duas Huacas formavam um importante centro da cultura dos Mochicas, a Huaca de La Luna, foi o templo urbano e religioso, onde aconteciam as cerimônia de sacrifício; e a Huaca del Sol, era o local onde viviam os governantes da época. Entra as duas ficavam o povoado com suas casas e até um cemitério, é possível ver na foto abaixo um pouco da estrutura da cidade.

Vista desde a Huaca de La Luna da cidade e da Huaca del Sol

Vista desde a Huaca de La Luna da cidade e da Huaca del Sol

A Huaca del Sol (que está à direita na foto acima) ainda não esta aberta ao público, ainda há muito trabalho a ser realizado para  a liberação do turismo. Acredita-se que em mais ou menos 5 anos poderá visitar. Então aqui só falaremos da Huaca de La Luna.

Os desenhos e a complexidade dessa construção mostram a grandiosidade de povo, um belo e impressionate complexo arquitetônico. As construções eram constantes, e em nossa visita pudemos conhecer o Tempo Velho e o Templo Novo; este último construído após o fenômeno do El Niño destruir a construção do primeiro.

O povo acreditava que era a fúria dos deuses contra eles, logo, abandonaram a construção antiga e começaram a construir o novo centro, o Templo Novo.

Foram encontrados 5 pisos, e os estudiosos acreditam que a cada 100 anos um novo “prédio” era construído sob o anterior. Era uma forma de fechar um ciclo para iniciar um novo período, de forma que cada construção ficava mais larga e mais alta que a anterior.

Terceiro e quarto piso de Huaca de La Luna

Terceiro e quarto piso de Huaca de La Luna

Parede decorada - Huaca de La Luna

Parede original decorada – Huaca de La Luna

Como chegar e quanto custa

As Huacas Arco Íris e Esmeralda estão a Oeste da cidade de Trujillo, e distantes 5 km e 2 km respectivamente, desde a Plaza de Armas da cidade. É possível visitar as duas no mesmo dia, elas fazem parte do roteiro da Cidade de Chan Chan. Ou seja, o ingresso de Chan Chan, que custa $10 soles, dá o direito de visitar o Museu de Chan Chan e as Huacas citadas.

Já a Huaca do Sol e de la Luna ficam no sentido leste da cidade, a 8km desde a Plaza de Armas e a entrada também custa $10,00. Para realizar o tour é obrigatório a presença de um guia, disponibilizado no local, e o pagamento ao guia é opcional.

Huaca Esmeralda e Arco Íris – Aberta de segunda a domingo, das 9h às 16:30
Huaca do Sol e de la Luna – Aberta de segunda a domingo, das 9h às 16h

CURIOSIDADE

Você já ouviu falar do Viringo ou cachorro peruano? É uma raça de cachorro sem pelos que esta em perigo de extinção. O Peru reconheceu oficialmente a raça como Patrimônio Nacional, e com isso passou a ser obrigatório que os centros turísticos tenham pelo menos 2 animais aos seus cuidados.

Eles estão presentes nas Huacas e Museus, então não se assuste ao encontrá-los. Eles nos pareceram muito tranquilos, e por conta da falta de pelos sofrem com as altas temperaturas, são animais sensíveis ao calor.

Cachorro Viringo, o cão peruano

Espero que tenham gostado das dicas dos sítios arqueológicos de Trujillo, não deixe de visitar a cidade quando for ao Peru. E qualquer dúvida ou sugestão deixe nos comentários.

Cau

Brasileira, 30 anos, formada em Marketing. Apaixonada por viagens e tudo que um novo mundo pode proporcionar. Gosta de esportes de aventura. Se aventura também na diagramação dos guias do ViVeVi.

Sem comentários

Adicione o seu

Booking.com