Como é voar pela Fly to Los Roques


Em nossa passagem pela Venezuela tivemos um pouco dificuldade em comprar as passagens de avião por nossa conta, principalmente os voos destino ao Arquipélago Los Roques. E para lá voamos com a Fly to Los Roques, empresa da Conviasa.

Aeronave Conviasa a serviço da Fly To Los Roques

Aeronave Conviasa a serviço da Fly To Los Roques

Leia aqui sobre “Como é voar com a Rutaca” na Venezuela

Nosso embarque para Los Roques saiu pelo terminal auxiliar do Aeroporto de Maiquetia (cidade a 30 min de Caracas) com 1h de atraso, mas tudo dentro da normalidade dos voos na Venezuela. O voo da ida foi bem tranquilo, durou em torno de 40 min, e com uns 30 min de voo você já se encanta com as belezas do arquipélago.

Chegando em Los Roques - Fly to Los Roques

Chegando em Los Roques – Fly to Los Roques

DICA: a vista do lado esquerdo da aeronave é impressionante

As passagens para Los Roques, mesmo sendo um voo de 35/40 min tem um valor bem alto em comparação aos demais voos dentro do país. Nós pagamos USD 260,00 por pessoa ida e volta, pagamos USD 10,00 a mais por pessoa para nossa hospedagem no Arquipélago realizar todos os trâmites de compra.

Sem contar que é preciso tomar cuidado com o peso que leva, como as aeronaves são pequenas o peso por passageiro está limitado a 10kg. Caso peso que excede esse limite é cobrado. Para quem leva seu equipamento de Kitesurf o peso permitido aumenta para 2okg.

No começo achamos que estávamos pagando demais, mas com o cancelamento do nosso voo de volta, algo comum de acontecer na Venezuela, acabou sendo uma boa alternativa. Não tivemos que resolver nada por nossa conta, a pousada La Corsaria acabou entrando em contato com a operadora e resolvendo até o nosso voo do dia seguinte, que perdemos. Quando for a Venezuela esteja certo de contratar empresas de confiança, e que não vão te deixar na mão.

Leia aqui como é voar com a Venezolana

Dicas

Abaixo listamos algumas dicas para quem planeja voar pela Venezuela.

  1. É possível comprar direto no guichê da empresa ou pelo site, mas é provável que encontre problemas, como a não aceitação de dinheiro ou cartão de crédito. Em um voo vimos placas indicando que só vendiam através de cartão de débito, o que em nada ajuda os turistas. A melhor forma para comprar é através de agências, pela nossa experiência não há cobrança extra por esse serviço e a forma de pagamento de agências é sempre “a combinar” como dinheiro (bolivares, dólares, reais ou pesos colombianos – depende do caso), Transferwise   , transferência via PayPal, etc.
  2. Como todos os voos na Venezuela é indicado chegar ao aeroporto 3 horas antes do voo (mesmo sendo voo nacional) para realizar o check-in – não, não há check-in pelo site. E como quase todo voo na Venezuela (todos exceto um em nossa passagem), saiba que haverá atrasos.
  3. Em todos aeroportos que passamos (Maiquetía/Caracas, Puerto Ordaz, Maracaibo e Santo Domingo) havia empresas que embalavam as malas. Sempre nos foi indicado fazê-lo para evitar roubos. O custo? MUITO barato. O mais caro que pagamos foi 1.500 bolivares (U$0,50 na época) por mala. Já em Maiquetía (Caracas) pagamos isso pelas duas malas que levamos.

Saiba mais nesse post sobre nossa passagem pela Venezuela

 

Cau

Brasileira, 30 anos, formada em Marketing. Apaixonada por viagens e tudo que um novo mundo pode proporcionar. Gosta de esportes de aventura. Se aventura também na diagramação dos guias do ViVeVi.

2 comments

Adicione o seu
    • Cau 19 fevereiro, 2017 at 14:41 Responder

      Olá Gisele, desculpa não responder. Ficamos sem internet esses dias 🙁
      Espero que tenha conseguido a informação, de qualquer forma atualizarei o post sobre essa questão.
      Beijos

Adicionar um novo comenário

Booking.com