Guia rápido sobre Parques Nacionais nos EUA


Half Dome visto do Yosemite Valley

Os Parques Nacionais nos EUA são incríveis! Merecem visitas exclusivas e com tempo para desfrutar tudo que as belas regiões tem a oferecer. Mas há algumas informações importantes sobre os parques que é importante saber antes da sua próxima viagem.

Saiba mais aqui caso você queira que nós auxiliamos a montar um roteiro para sua próxima viagem.

Outros Parques / Parques Nacionais nos EUA

Nos EUA não há apenas os Parques Nacionais para se visitar. Apesar de focarmos aqui nas informações importantes para se saber antes de ir a esses parques, é importante pesquisar sobre outros parques que queira visitar.

Além dos Parques Nacionais, há os Parques Estaduais, Florestas Nacionais, Refúgios Nacionais, Monumentos Nacionais, Parkways, Wilderness e outros. Os parkways geralmente são áreas conectando um ou mais parques de forma a permitir que a fauna local possa transitar de forma segura. Já os Wilderness são áreas de proteção ambiental mas sem grandes acessos.

Grand Prismatic Springs no Parque Nacional Yellowstone visto do mirante da trilha para o Fairy Falls

Preços

Os preços a seguir valem somente para os Parque Nacionais. Com permissão para até 7 dias.

  • Veículos privados U$30 (incluíndo carro, motorhome, trailers e similares)
  • Motocicletas U$25
  • Ciclistas ou hikers (quem entra caminhando) U$15

Para quem planeja visitar mais de 3 Parques Nacionais no período de um ano, a partir do mês da compra, há o Annual Pass. Esse passe anual custa U$80 e permite que um veículo entre com o detentor do passe e mais 3 adultos (total de 4 adultos). Apesar dessa regra, nós entramos em Yosemite em 5 adultos e não questionaram. É só assinar o passe (um cartão) com a mesma assinatura de um documento com foto e mostrá-lo ao passar pela portaria.

Os Parques Nacionais mais próximos um do outro, como Yellowstone e Grand Teton, ainda possuem preços “unificados” para quem planeja visitá-los. Nesse caso o custo é de U$50, U$40 e U$20 para veículos, motos e ciclistas/hikers.

Todas as portarias possuem horário de funcionamento e fora desses horários a passagem é livre. Muita gente entra no parque fora desses horários, nós inclusive trasitamos muitas vezes fora dos horários (com o passe). Não vimos ninguém pedindo para ver a entrada quando já está dentro do parque. Algumas vezes nas saídas há quem verifique se todos estão com documento, mas a verba dos parques é limitada e um dos primeiros lugares a ser cortado é essa verificação. Mas importante deixar claro que tal prática não é legal e todo e qualquer Parque Nacional (no mundo) merece nossa ajuda!

Quando visitar

Devido a diversidade de localização dos parques não há uma melhor época para visitar todos. Mas a temporada ditará o que você poderá (ou não) fazer e o que verá.

Falando do território contínuo dos EUA (o que exclui Alasca, Havaí e outras ilhas), a maioria dos Parques Nacionais se localizam na região oeste do país. Dentre esses, os estados com os Parques Nacionais mais famosos são Califórnia (Yosemite, Joshua Tree e Death Valley), Utah (Zion e Arches), Arizona (Grand Canyon), Wyoming (Yellowstone e Grand Teton), Montana (Glacier) e Colorado (Rocky Mountains).

Os parques que possuem montanhas consideradas altas (como Yosemite, Yellowstone/Grand Teton e Glacier) fecham a maioria dos alojamentos – e muitas estradas – a partir do outono e só reabrem em meados da primavera ou começo do verão. Tudo depende de quando começa (e pára) de nevar. Cada ano isso muda, mas mesmo assim há alguns trechos que se mantém abertos. Por exemplo, em Yosemite, a estrada que leva ao Tioga Pass fecha no inverno, porém a Yosemite Village (que fica no vale de mesmo nome) se mantém aberto o ano todo.

Outros parques, como Joshua Tree e Death Valley (ambos na Califórnia), além do Grand Cayon e os parques de Utah são bom levar em consideração o extremo calor durante o dia, principalmente no verão. Tome muita água e evite esforço físico entre 10am e 4pm. Leve em consideração também que no inverno faz MUITO frio nos desertos.

Como chegar e rodar

Os parques são extremamente bem estruturados e capaz de receber todo tipo de turista. Mas, não há um padrão de serviço entre todos.

É possível chegar em Yosemite desde San Francisco, por exemplo, usando apenas transporte público. Yellowstone possui serviços de ônibus que realizam o trajeto de aeroportos vizinhos até o parque ou via a concessionária que cuida dos alojamentos. Já o Grand Teton, a melhor forma é alugar um carro, pegar um táxi (a partir de Jackson, Wyoming) ou ir em algum tour fechado.

Alguns parques também possuem pistas/faixas exclusivas para bicicletas. Em geral, elas são bem aceitas e são liberadas para transitar por onde carros e motos já transitam.

Estrada para o Death Valley

Onde ficar

Há todo tipo de acomodações nos parques, mas é importante saber algumas coisas antes de ir. As hospedagens dos parques são mantidos através de concessões, geralmente de 10 anos. Portanto, até quando se vá dormir em acampamentos, há um custo adicional além da entrada no mesmo.

Dentro de cada parque há hospedagens (acampamentos, lodges, hóteis e etc.) que ficam aberto o ano todo, outros que só abrem em alta temporada – como durante o verão e inverno – e outros que ficam apenas abertos por algumas semanas durante o pico de visitas. Esse pico fica entre Memorial Day (última segunda-feira de Maio) e Labor Day (primeira segunda-feira de Setembro). Os sites oficiais dos parques indicam a data de abertura e fechamento de cada uma das opções.

Outro ponto para levar em consideração são as datas comemorativas americanas. Datas como Independence Day (Independência – 4 de Julho) e Labor Day são datas em que há um enorme aumento de visitantes. Essa lotação, muitas vezes, dura a semana inteira do feriado.

Lembre-se que podem nos ajudar reservando sua próxima hospedagem (férias ou mesmo feriado prolongado) pelo Booking.com. É só clicar e reservar!

Para quem quer acampar, são poucos os parques que possuem um sistema de reserva. A maioria usa a forma first-come first-serve (ordem de chegada). Os sites oficias indicam quais aceitam (ou não) reserva. Já para quem realizará trilhas para o chamado backcountry (interior dos parques) as reservas podem ser feitas online pelo site do serviço de parques ou direto nos centros de visitantes. Se for deixar para reservar nesses centros, leve em consideração as épocas em que esses locais podem lotar.

Para quem viaja de bicicleta ou caminhando – mochilando -, a maioria dos acampamentos possuem áreas reservadas para vocês. Então mesmo que um acampamento diga que está cheio, entre e pergunte. Eles darão um jeito de te acomodar.

O vale do Death Canyon no Parque Nacional Grand Tetons

Vista noturna no vale do Death Canyon no Parque Nacional Grand Tetons

Trilhas

As principais trilhas nos Parques Nacionais são muito bem sinalizadas e mantidas. Geralmente havendo um amplo estacionamento no início de cada trilha (trailheads). Para quem for dormir nas áreas designadas é necessário ter uma permissão. Veja mais sobre isso no item acima. Cada parque põem um limite de barracas/pessoas que cada área pode receber.

Os EUA possuem uma das mais ricas faunas do mundo, muitos sendo predadores ou agressivos dependendo da época do ano (protegendo os filhotes ou as fêmeas de outros machos). Leia sobre o que você pode encontrar no caminho e vá preparado. Se indicam levar Bear Spray (espécie de espanta urso), leve! Na maioria das vezes os ursos evitam o contato com humanos, mas ocorrendo, não se pode prever a reação deles.

Também indicam:

  • Nunca realizar trilhas sozinho;
  • Ter um local seguro para deixar a comida/lixo e qualquer coisa com odor durante a noite – os parques oferecem cilindros anti-ursos – e há acampamentos com caixas metálicas;
  • Procurar prepar a comida a mais ou menos 100 metros de onde dormirá;
  • Estar sempre atento;
  • Faça barulho, é melhor você se assustar com o urso que ele contigo;
  • Não corra de um urso, ele pode pensar que você é uma presa. Tente manter a calma;
  • Nunca dê as costas para um urso.

Há uma espécie de regra geral que é, mantenha-se a mais ou menos 100m de ursos e lobos e 25m dos demais animais. Muitas vezes isso é difícil, pois eles podem entrar em sua área de camping ou atravessar a estrada por onde está passando. Nessas horas apenas deixo-os ir e vir que eles não lhe farão mal.

Urso Preto passando tranquilamente pelo nosso camping

Um urso preto atravessando nosso acampamento. O susto foi grande por isso a imagem borrada.

Regras em Parques Nacionais

Segue algumas regras gerais em Parques Nacionais nos EUA:

  • Proibido usar/voar drones dentro de qualquer parque;
  • Fogueiras são permitidas apenas em áreas designadas. Fora isso, não é permitido;
  • Levar animais de estimação possuem restrições. Leia sobre antes de levar seu companheiro;
  • Qualquer tipo de embarcação marítima (kayak, barco, etc.) deve ser inpecionada antes de entrar nos parques com grandes reservas de água e/ou rios;
  • Dar comida a animais selvagens é proibido.

Uma frase que vimos bastante e gostamos é: Help keep wild in wildlife, em uma tradução livre, Ajude manter selvagem em vida selvagem.

Mais informações

Abaixo listaremos os links para o site oficial dos maiores e mais conhecidos Parques Nacionais nos EUA. É importante visitar a página do parque que visitará para saber as notícias mais recentes, como estradas fechadas, obras, avisos de incêndios, enchentes ou calor/frio extremo.

Alertas disponíveis no site do Serviços de Parques Nacionais nos EUA

Alertas do verão/2017 em Death Valley

Arizona

Grand Canyon

Califórnia

Death Valley

Joshua Tree

Yosemite

Colorado

Rocky Mountains

Montana

Glacier

Utah

Arches

Zion

Wyoming

Yellowstone

Grand Teton

Ainda é possível pesquisar por outros parques, monumentos e etc. na página Encontre um Parque (Find a Park) do Serviço de Parques Nacionais (NPS – National Park Service).

Marcos

Nascido na Austrália, 28 anos, formado em Administração de empresa. Primeiro aventura foi em 2007 em um mochilão pela Bolívia e desde então não parou mais. Pratica esportes de aventura e ainda fotografa. Iniciante no mundo de vídeo (captação e edição).

Sem comentários

Adicione o seu

Booking.com