O que é necessário para dirigir na América do Sul?


capa_dirigir-america-sul (Foto:Cláudia Pelegrini)

Uma das coisas mais difíceis para se adequar, e adequar seu carro, são as leis de trânsito para dirigir na América do Sul. Cada país tem suas diversas peculiaridades e não se preparar para elas pode lhe causar muita dor de cabeça. Outro ponto nada fácil é encontrar informações confiáveis, há muitos relatos e mitos, se não estiver preparado pode ser pego de surpresa.

Documentos

Basicamente são dois tipos de seguros necessários para entrar em qualquer país do continente. O Seguro carta verde e o SOAT (Seguro Obrigatório de Acidentes de Trânsito). Os países do Mercosul exigem o seguro carta verde e pode ser comprado no Brasil através de qualquer seguradora. Inclusive, no site da Porto Seguro (Seguro auto – Coberturas), dizem que a cobertura do seguro deles é válido também na Bolívia e Chile, porém não incluem Venezuela. Já o SOAT é contratado nas fronteiras do país de destino. Mesmo sendo possível adquirir no Brasil, é mais barato comprar na fronteira ou assim que entrar no país, as seguradoras das divisas sai mais em conta que as brasileiras.

Outros documentos são exigidos em alguns países. Na Bolívia é necessário ter a Declaración Jurada de Ingreso y Salida de Vehículo de Uso Privado para Turismo que deve ser adquirido junto a Aduana Nacional de Bolívia. Não possuir tal documento em caso de solicitação pela polícia do país é passível de confisco do veículo sem indenização, e isso é lei. No Perú, para facilitar a entrada do veículo no país, pode-se tirar a declaração consular em qualquer consulado (Manaus, Rio Branco, Rio de Janeiro e São Paulo) ou na embaixada.

ARGBOLBRACHLCOLEQUPARPERURUVENGUIGFRSUR
Carteira Nacional de Habilitação (CNH)XXXXXXX
Permissão Internacional para Dirigir (PID)XX
Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV)XXXXXXXX
Seguro carta verdeXXX
SOAT / SOAPXXXX
Cópia do contrato de compra e vendaX

Legenda:
ARG = Argentina; BOL = Bolívia; BRA = Brasil; CHL = Chile; COL = Colômbia; EQU = Equador; PAR = Paraguai; PER = Perú; URU = Uruguai; VEN = Venezuela; GUI = Guiana; GFR = Guiana Francesa; SUR = Suriname

Itens obrigatórios

Para os itens obrigatórios, deixaremos a lista indicando em cada país se é obrigatório.

ARGBOLBRACHLCOLEQUPARPERURUVENGUIGFRSUR
Cambão ou cabo de açoX
Triângulo adicionalXX
Kit de primeiros socorrosX
Apoios de cabeças também nos bancos traseirosX
Uso de cadeirinha e assento de elevação para criançasXXXX
Extintor de incêndioXXXXX
Cinto de segurança para todos os ocupantes do veículoXXXXX

Devemos lembrar que alguns itens podem passar a ser obrigatórios, então é sempre bom cruzar informações.

Outros itens são recomendados quando se viaja para alguns países. Na Argentina e Chile – principalmente nas províncias do sul desses países – é recomendado o uso de correntes para conduzir o veículo na neve.

Mitos

Há muitos casos relatados, especialmente na província de Entre-Rios na Argentina, de policiais fazendo demandas absurdas para estrangeiros passando por aquela região. Lençol branco, saco plástico, fósforos, 2 rodas reservas, entre outros. A necessidade desses itens é tudo lenda. Podem até solicitar e o viajante acabar por pagar “una plata” por acharem que deveriam ter esses itens, mas não é necessário. Para não cair nesse tipo de conto é bom levar a Ley de transito.

o Farol

O dono da área, ilumina o caminho das viagens e reflete nossos princípios: Viajar, Ver e Viver.

Sem comentários

Adicione o seu

Booking.com