Rafting no Rio Trancura – Pucón


Rafting no rio trancura, Pucón/Chile (Marcos Borges/A 4 Pés)

O Río Trancura nasce na Lagoa Quillelhue e possui 78 km de extensão até desembocar no Lago Villarica, ele já havia sido domado uma vez em um mochilão (em 2011), mas agora estávamos entrando na primavera e com o nível do rio baixo – devido ao inverno -, não foi difícil me convencerem de que agora seria diferente e ainda mais espetacular. Além disso, a água estaria mais gelada ainda! Realmente, com mais água – devido ao verão – o ranking do rafting no rio Trancura no rio cai para III.

Geralmente são três horários, um pela manhã (10h30) e dois a tarde (14h ou 15h e 17h). Além disso pode ser contratado o rafting bajo (com corredeiras em II e III) ou o alto (entre III e IV), isso altera o local de entrada no rio, a distância percorrido e o tempo na água, escolhi o alto (13km). Saímos pontualmente às 14h, primeira parada, o depósito da agência para receber o equipamento de cada um usaria. Próxima parada, o gélido Río Trancura, chegando lá foi só o tempo de se trocar, ajudar a descer o bote e ouvir as instruções do guia, Omar. Quando ele perguntou quem se habilitaria a ficar na frente, fui logo me apresentando, queria ficar na frente para filmar tudo. Logo entramos na água e o Omar começou a explicar os cinco comandos básicos que teríamos que realizar ao longo da descida, comandos compreendidos era hora de encarar as corredeiras e água extremamente gelada.

Agora descrever uma descida de rafting pode se resumir a sobe, desce e sobe, mas a descida do Rio Trancura – considerada de nível 4 na escala de 1 a 6 – no inverno pode até chegar a ser perigoso. Há dois olhos, como são chamados os refluxos de água que podem te manter presos num enorme turbilhão de água com muita dificuldade para sair, durante o percurso. O desafio é chegar perto desse refluxo, para ser mais emocionante, sem ser sugado para dentro. Experiência incrível! Outro detalhe extremamente interessante e o que te faz ter mais frio é o tamanho das paredes de água formada nas corredeiras, chegava a ser impossível ver do outro lado da onda e pouco tempo depois éramos banhados pela água. Já disse, congelante!!!

Ao todo, o tempo no bote passa pouco mais de uma hora, mas o corpo já pede descanso do esforço físico. Logo chegávamos a praia onde desembarcaríamos, bote no trailer, trocados era hora de voltar à agência, apesar do frio, feliz por mais essa conquista 🙂

Serviço

Rafting no Río Trancura
Turismo Trancura
Entre $15.000 e $24.000 pesos chilenos

É possível descer o rio praticamente o ano todo, sendo necessário um dia limpo, principalmente no inverno. Além disso, no inverno o nível da água cai muito, tornando difícil e perigoso a descida pelo mesmo, então pode estar fechado nessa época. Importante é sempre se informar antes. Mas uma dica de quem foi no final do inverno e no meio do verão, o inverno é mais emocionante, devido ao nível mais baixo do rio.

Outras agências podem ser encontrados no site da Camara de Turismo de Pucón (CTP).

Nota: apesar de poderem vender como nível V, o trecho realizado não ultrapassa nível IV. Inclusive sendo perigoso levar turistas em algo acima de IV.

Marcos

Nascido na Austrália, 28 anos, formado em Administração de empresa. Primeiro aventura foi em 2007 em um mochilão pela Bolívia e desde então não parou mais. Pratica esportes de aventura e ainda fotografa. Iniciante no mundo de vídeo (captação e edição).

Sem comentários

Adicione o seu

Booking.com