Santuário do Caraça, uma RPPN


Capa Vista do Santuário do Caraça da estrada a caminho do mesmo (Marcos Borges/A 4 Pés)

Província Brasileira da Congregação da Missão, também chamada de Caraça ou Santuário do Caraça é um daqueles lugares que quem já foi volta e quem já ouviu alguém falar tem muito vontade de conhecer. Uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). Um lugar com pouco mais de 11.000 hectares onde impera a espiritualidade, a educação, a conservação ambiental, o lazer e o turismo.

Localizado entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara, Minas Gerais, e a pouco mais de 100 km de Belo Horizonte. Esta aberto para o turismo de segunda a segunda, das 8h às 17h, entrada de R$ 10,00 por pessoa.

Uma das grandes atrações do Santuário do Caraça é a “visita” noturna do Lobo-Guará, habitante este apenas da área de cerrado da RPPN, aproximadamente 2.500 hectares, espaço suficiente apenas para um casal de lobos. Essa espécie é territorialista, então não pense que você irá ver uma alcatéia, mas apenas um ou dois. Até hoje o máximo visto foram cinco, o casal e seus três filhotes. Mas confesse que ver apenas um deve ser uma emoção.

Esse casal de lobos foi acostumado a receber comida, desde 1982 existe essa tradição de colcar a comida para atraí-los com o intuito de apenas observa-los. Agora se isso é a coisa certa a ser feita, bom deixo essa reflexão com você.

Para poder aproveitar todas as extremidades do Caraça chegue cedo ou se hospede por lá. Há duas opções de hospedagem, mas ambas fazem parte da mesma, uma serve de apoio a outra. São elas a Pousada do Caraça e a Pousada Fazenda do Engenho, a primeira fica no lá no alto, ao lado do santuário; e a segunda fica logo no início, próximo a portaria.

Certamente não irá se arrepender e vá preparado para passar o dia, e mesmo assim pode ser pouco tempo para ver tudo.

o Farol

O dono da área, ilumina o caminho das viagens e reflete nossos princípios: Viajar, Ver e Viver.

Sem comentários

Adicione o seu

Booking.com