Como chegar a El Calafate


Capa El Calafate (Foto: Marcos Borges)

Localizada na província de Santa Cruz, El Calafate fica no sudoeste da Argentina é o portão de entrada para quem tem no Glaciar Perito Moreno seu destino. A cidade é pequena, não chegando nem aos 20.000 habitantes, porém o poder de atração do famoso glaciar é tamanha que há inúmeras opções de hospedagem e a chegada é facilitado pelo Aeroporto Internacional Comandante Armando Tola, há 21km do centro da cidade, e possui voos regulares de/para a capital do país e outras cidades importantes da região.

Glaciar Perito Moreno (Foto: Marcos Borges)

Glaciar Perito Moreno (Foto: Marcos Borges)

 

Já por vias terrestres, a famosa Ruta Nacional 40 está localizada a pouco mais de 30km (a leste) e a capital da província, Río Gallegos, a 300km dali, segundo para o sul pela RN40. Mesmo Buenos Aires, que está a mais de 2.700km de distância, é um trecho bastante popular por quem ama viajar sem sair do chão. Neste post vamos cobrir opções de como chegar a El Calafate de avião, ônibus e carro.

De avião

OBS: Antes de mais nada é importante saber que não existe vôos entre destinos da Patagônia argentina e Patagônia chilena.

A principal rota de chegada a El Calafate passa pelo Aeroporto Internacional da cidade e a principal origem (e destino também) é sem dúvida a capital Buenos Aires. Então se está planejando sua viagem para El Calafate, leve em consideração isso. Mesmo assim, há voos de/para outras cidades importantes do país e região, como Ushuaia, Bariloche e Córdoba. O preço, a partir de São Paulo, gira em torno de R$1.200,00 (ida e volta). Já dos destinos argentinos, os preços variam entre R$600 e R$1.000 (em voos diretos). Esse valores variam muito e o ideal é comprar quando já estiver no país, a não ser que tenha encontrado passagens com um bom desconto. Atualmente três empresas que realizam voos de/para a cidade:

Aerolíneas Argentinas: Buenos Aires, Trelew (Chubut) e Ushuaia

LAN Argentina: Buenos Aires e Ushuaia

LADE (Lineas Aereas del Estado): Bariloche, Buenos Aires, Comodoro Rivadavia, Gobernador Gregores, Perito Moreno, Puerto Madryn, Rio Gallegos, Rio Grande e Ushuaia.

Do aeroporto, para chegar a cidade, é possível ir de ônibus (empresas como Las Lengas e VES Patagonia) ou de táxi, conhecidos como remis (Condor). Também é possível alugar carro, muitas empresas internacionais como a Hertz e Budget estão lá.

De ônibus

A localização geográfica da cidade não facilita o trânsito de muitos ônibus na cidade. A RN40 quase não é utilizada para este fim, ainda há longos trechos sem asfalto. Isso torna qualquer viagem um pouco mais longo, pois eles vão até a Ruta 3 (costeira) para seguir até o destino. Além disso, há poucos trechos diretos, entre as principais cidades da região. Por exemplo, para ir/vir de/para Ushuaia, é necessário primeiro ir para Río Gallegos e então seguir viagem, lembrando que será necessário passar pelo Chile e cruzar aduanas (duas de entrada e duas de saída).

Já para São Carlos de Bariloche são mais de 28 horas e se isso já não é o bastante para lhe desanimar, o preço do bilhete gira em torno de ARS$1.600 enquanto uma passagem de avião do mesmo trecho custa menos de ARS$2.000 e você chega ao destino em menos de 2 horas.

Dentre as cidades mais conhecidas da Patagônia argentina, só há ônibus direto para El Chaltén (duração: 3h, pelas empresas CalTurChaltén Travel e Taqsa/Marga) e Bariloche (duração: 28h, pela Taqsa/Marga). Para quem parte de El Calafate (a Bariloche), a Taqsa/Marga ainda oferece uma viagem pela famosa RN 40, apesar de no mapa parecer mais curta, ela é mais turística do que qualquer outra coisa.

Para outros destinos, como Buenos Aires e Ushuaia, o caminho é principalmente via Río Gallegos. A RN 3 (que segue pela costa do país) é totalmente asfaltada e a capital da província Santa Cruz é o hub rodoviário. Diversas empresas fazem o trajeto a Río Gallegos, algumas sendo: Via Tac, El Penguino, Andesmar, além da própria Taqsa/Marga.

Já à Puerto Natales (duração: 6 horas) a Buses Pacheco realiza tal trajeto. Para aqueles que só querem ir ao Parque Nacional Torres del Paine, todas as agências da cidade realizam um bate/volta.

De carro

A região da Patagônia vive no imaginário de muitos brasileiros. Principalmente daqueles que gostam de uma aventura de 4×4 ou moto. Isso por que a Ruta Nacional 40 – rodovia que percorre mais de 5.200km entre a fronteira com a Bolívia e Río Gallegos – passa muito próximo de El Calafate. A rodovia está em processo de ser asfaltado e em trechos houve alterações no traçado para que mesma cruze cidades que então ficariam fora da rota. Portanto deve se tomar cuidado para não se perder em intersecções sem sinalização.

Apesar de uma boa parte da região sul ainda estar sendo asfaltada, as condições desses trechos são boas. Segundo informações da Dirección Nacional de Vialidad (o departamento de trânsito nacional) a maior parte da rodovia já está pavimentada. Das 11 províncias que a RN40 cruza, somente duas províncias estão 100% asfaltadas, Neuquen e Rio Negro (onde ficam famosas estações de esqui em Bariloche e San Martin de los Andes). Já as duas províncias mais ao norte, Salta e Jujuy, há poucos trechos asfaltados. Para quem busca mais informações, o DNV fornece informações sobre todos os trechos em cada província (informações de cada uma, aqui: Santa Cruz, Chubut, Rio Negro, Neuquen, Mendoza, San Juan, La Rioja, Catamarca, Tucumán, Salta e Jujuy).

Distâncias

Argentina

  • Buenos Aires: 2.700km
  • Bariloche: 1.400km (via RN40) a 1.800km (com desvio pela totalmente asfaltada RN 3)
  • Ushuaia: 850km (com travessia de balsa e tendo que cruzar 2 fronteiras, Argentina ↔ Chile)
  • Río Gallegos: 300km
  • El Chaltén: 200km

Chile

  • Punta Arenas: 500km (com cruze de um fronteira)
  • Puerto Natales (Chile): 270km (com cruze de um fronteira)
  • Parque Nacional Torres del Paine: 250km (com cruze de um fronteira)

Buscando onde dormir em El Calafate? Veja nosso post sobre lugares para dormir na cidade.

o Farol

O dono da área, ilumina o caminho das viagens e reflete nossos princípios: Viajar, Ver e Viver.

Sem comentários

Adicione o seu

Booking.com