Como economizar em sua próxima viagem


KLM airplane landing at SXM airport in Maho Beach, St. Maarten (alljengi/flickr)

Não me leve a mal, me leve à Paris ! ou ainda

– Você trabalha com o quê?
– Com uma vontade louca de viajar!

Quem nunca ouviu essas? Mas o que pode ser feito para economizar para sua próxima viagem? Vamos dar algumas idéias abaixo do que dá para ser feito e como controlar melhor suas finanças.

1) Cofrinho progressivo

A primeira dica é para economizar para sua próxima viagem, programando poupar uma determinada quantia de forma simples. Há 52 semanas ao longo de um ano, se conforme as semanas forem passando, você depositar o mesmo valor (que o número da semana) no cofrinho, ao final de um ano, você terá R$1.378,00. Isso mesmo, na primeira semana, você deposita R$1, segunda semana R$2 e assim em diante até a última semana, depositando R$52, você vai ter economizado mais de R$1.300. Claro que nas primeiras semanas é fácil seguir e ao longo que as semanas forem passando, vai ficando mais difícil. Mas lembre se, é por uma ótima causa e não causa tantos problemas assim. Se ficou com dúvidas, leia mais sobre o Desafio das 52 semanas.

Economizar para viajar (pictures-of-money/flickr)

Óbvio que nada impede que coloque aquele troco do bolso no cofrinho, o que só vai aumentar o valor guardado e seu sorriso ao final disso.

2) Compra da passagem

Um dos primeiros pontos a serem definidos para uma viagem é seu destino. Estudos indicam que para voos domésticos a melhor época é entre 30 dias e 3 meses da data da viagem, já para viagens internacionais a melhor época é entre 45 dias e 5 meses e meio. Segundo a FareCompare o melhor dia da semana para comprar a passagem é domingo, pelo menos nos EUA.

Outras dicas para quem vai em busca de passagens de avião são:

I) Evite voos diretos – em alguns casos fica mais barato comprar uma passagem com um ou duas escalas até seu destino. Sabemos quão cansativo é, mas se está aqui é por que quer saber mais para economizar;

II) Aeroportos secundários – uma ótima maneira de economizar é buscar voos que partem e chegam em aeroportos menores. Fuja dos grandes aeroportos e seus elevados custos que acabam sendo repassados ao consumidor, você! Em São Paulo, isso significa colocar o aeroporto de Viracopos (em Campinas) no radar, mas há pelo menos um aeroporto secundário próximo a maioria das cidades no mundo. Outra opção é viajar para os aeroportos internacionais quando está fazendo um voo nacional, eles tendem a ser mais em conta – porém mais distantes do centro – que os nacionais.

III) Compre uma passagem por vez – se você vai viajar com mais alguém, busque cada passagem de forma separada, isso ocorre por que cada conjunto de assentos é vendido por um determinado preço – por exemplo, os primeiros 20 assentos são vendidos pelo menor valor, os assentos seguintes o valor é elevado – e se você (por azar) for comprar duas passagens nessa faixa, a companhia aérea venderá ambas as passagens pelo valor mais alto.

IV) Cadastre seu email em sites especializados – um bom site é do Skyscanner, é possível indicar todos os dados da sua viagem e o sistema deles vai monitorar os preços do voos e lhe enviará a progressão dos preços das passagens. Até explicamos como melhor utilizar a ferramenta de busca da empresa, neste post.

V) Acompanhe sites especializados – nos acompanhe pelas redes sociais que postaremos ofertas especiais. Outras duas dicas é o pessoal do Melhores Destinos e do Viagem Livre.

VI) Já pensou em realizar algum trecho da sua viagem por barco? O Floatplan conecta donos de embarcações de todo tipo com pessoas – com ou sem experiência – que estão afim de realizar tais viagens. Cada caso é diferente, alguns é totalmente gratuito, outros se paga apenas sua parcela de comida, combustível e etc. Lembrando que é sempre uma premissa ajudar com algo enquanto estiver a bordo.

3) Compra de moeda estrangeira

Essa dica é bem clara, dilua a compra da moeda estrangeira ao longo dos meses até sua partida, simples assim. Se você comprar logo de cara tudo que precise, o dólar pode cair até você viajar, o contrário também pode ocorrer, e é mais provável atualmente. Darei um exemplo, se comprasse US$100 todo dia 15 (ou o mais próximo) de cada mês, desde o dia 15/02/2014, em 15/01/2015 teria comprado US$1.200 por R$2.955,00. Se comprasse tudo no dia 15/01, teria pago R$3.336,00 pelos mesmos US$1.200. Só aí economizaria quase R$400. Além disso, não correrá o risco de andar pelas ruas com tanto dinheiro.

Caso vá utilizar cartões como o Visa Travel Money e MasterCard Cash Passport lembre-se que há a cobrança de 6,38% sob o valor indicado como venda. Isto é, se o dólar está valendo R$2,50, você pagará R$2,66. Infelizmente aqui não tem o que fugir, é o valor que se paga pela segurança de levar seu dinheiro em um cartão.

4) Economizando com hospedagem

A idéia aqui é criar uma grande lista de sites que permitem que você economize com hospedagem na sua próxima viagem.

Foto de um quarto do Hello Hostel Design de Pelotas/RS (foto de Divulgação)

Hospedagens (diversas)

Booking.com – são 73.647 destinos em 212 países, deve ter uma promoção para onde está planejando.

Airbnb – um dos sites mais famosos para ficar na casa de moradores do destino. Há até a possiblidade de ficar meses, se necessário, por valores até muito abaixo do encontrado no mercado.

TravelZoo – site de promoções, inclusive com a possibilidade de encontrar hospedagens em promoção de “Last Minute”. Mas o site não se restringe a hospedagens, há cruzeiros, voos, passagens de trem e outras atividades.

Expedia – site de pacotes, passagens aéreas e hospedagem. No link pode verificar as promoções do site.

Hotel Urbano – mesma coisa que o Expedia, pode encontrar diversas promoções, algumas inclusive com voo incluso.

Quickbeds – site baseado na Austrália com diversas promoções no país. Ainda há opções na Nova Zelândia, EUA, Europa e Sudeste Asiático.

Hostels e camping

El Misti – a rede El Misti possui diversas promoções para quem viaja. 4 noites paga 3; 5% de desconto quando ficar a segunda vez em um hostel da rede (10% na terceira estadia); 50% de desconto para escaladores e surfistas; e o mais legal, até 5 diárias de graça para quem está viajando de bicicleta (pelo Rio e Salvador).

HI Hostel – a rede Hostelling International oferece diversos descontos (cada hostel define o seu valor) para quem é membro. Custa R$30/ano. Em cada país há outros descontos em bares, passeios e etc.

Get South – quem viaja por Argentina, Chile ou Uruguai, esse guia independente possui diversos descontos em hospedagens, aluguel de carros, restaurantes, pubs, aulas de espanhol e ainda há um listagem de troca de hospedagem por trabalho. Pegue um guia em um centro de informações pelo caminho ou baixe pelo próprio site. É necessário tê-los em mãos para receber os descontos, mas é super leve então não ocupa nenhum espaço na mochila/mala.

Camp in my Garden – pode-se dizer que é “tipo” um Airbnb para conectar quem tem uma barraca com quem tem um espaço no quintal. A maior quantidade de locais está na Europa, mas é possível encontrar diversos lugares em todos os continentes.

MaCamp – um dos maiores guias de campings do Brasil.

Trabalho em troca por hospedagem

Logo do WorldpackersWorldPackers – site criado por brasileiros que permite que troque suas habilidades por acomodação.

VolunteerVacations – outro site criado por brasileiros (um dos sócios sendo o André Fran do programa “Não conta lá em casa”) que permite que trabalhem como voluntários em muitas ONGs pelo mundo.

HelpX – site, criado em 2001, com diversos anúncios do mais variado tipo. Hostel, fazenda, lojas, escolas, ONGs, etc. Para entrar em contato com os anunciantes, há uma taxa de 20 euros por 2 anos.

WWOOF (World Wide Opportunities on Organic Farms) – site que conecta donos de fazendas orgânicas com trabalhadores voluntários.

Gratuitos e afins

Logo da iOverlanderiOverland – site excepcional que mostra diversos locais pré-testados por seus usuários. Pode ser um hostel, camping, um posto de gasolina, um camping informal ou ainda um camping “na natureza selvagem”. Há outros dados como, restaurante, água potável, mecânico e etc. mas o forte deles é nos locais gratuitos.

CouchSurfing – mais um daqueles que conecta um lugar com quem procura onde dormir. Porém a idéia do CS é muito mais uma comunidade. Diversos eventos são organizados para conhecer pessoas e as hospedagens são gratuitas.

Thorn Tree – a famosa Lonely Planet mantém um forúm online – chamado Thorn Tree – e nele, entre outros (muitos) assuntos, é possível verificar oportunidades de estadias.

5) Fica de olho nas promoções e descontos para economizar

Promoções

E aqui vale qualquer tipo de promoção, voos, hospedagens e até pacotes. Se manter suas opções de destino em aberto, vai com certeza achar uma ótima oferta.

Por exemplo, achamos hoje esse pacote pelo site Hotel Urbano, voo (ida e volta), hospedagem em Porto Seguro e translado por R$639 (com taxas ficou R$866). O preço é para quem sai do Rio de Janeiro ou São Paulo, mas há ofertas de outras 13 cidades por valores ainda em conta, além de haver outras opções incluindo passeios e hospedagens para cidades vizinhas.

Printscreen do site Hotel Urbano de pacote para Porto Seguro, partindo de 15 cidades

Pacote para Porto Seguro, partindo de 15 cidades. (Printscreen do site / Hotel Urbano)

Agora claro, você pode pensar, mas eu não gosto de pacotes, me sinto preso e tudo mais. Tudo bem, só o voo, em pesquisa feita no mesmo dia no site do Decolar.com, lhe custaria R$895 + taxas (total ficou em R$1.037). A pesquisa feita foi para uma viagem em outubro/2015, pelo mesmo período, para março/2016 o valor cai para R$613 com taxas, mas em ambos os casos faltam as 7 diárias. Já promoção do Hotel Urbano indica que vale qualquer mês, exceto dezembro, janeiro e fevereiro e períodos que incluem feriados nacionais.

Então é possível perceber inúmeras vantagens em comprar um pacote, uma vez no destino, faça o que quiser 😉

Descontos

Há diversas formas de sobrar um pouco mais para fazer o que você mais quer.

  • O HI Hostel tem parcerias no mundo todo, com restaurantes, passeios e etc. No link é possível verificar em cada país que oferece tais descontos.
  • A rede Hola Hostels possui descontos na América Latina e Europa. Pode encontrar descontos para bares, restaurantes, agências de viagem, cursos de espanhol, passagens de ônibus, etc.
  • Como falado no item anterior, o Get South (voltado para quem viaja pelo sul do continente sul americano) é um guia independente com diversos descontos. Pegue o seu nos centros de informações turísticas e mantenha sempre a mão, ele é necessário para pegar os descontos.
  • Com promoções de Londres a Moscou, de Atenas a Riga (Letônia), o site Europe’s Famous Hostels traz diversas promoções em sua página. Estadia, pub-crawl, aluguel de bike, lavagem de roupa, além de diversos passeios para curtir mais ainda sua passagem pelo velho continente.
  • O forúm brasileiro Mochileiros.com mantém uma listagem de promoções, só acessar esta página e buscar mais.

BÔNUS – Aplicativo para controle financeiro

Infelizmente essa serve – pelo menos para nosso conhecimento – somente para quem possui iPhone ou iPad – ou pelo site -, mas Android e Windows Phone devem ter opções parecidas, qualquer dica podem comentar abaixo. Enfim, o app se chama Guia Bolso (dá para usar pelo site deles também) e o mais interessante é que você configura seus dados bancários e o sistema deles importa todos seus gastos, direto do seu banco, e tudo que você precisa fazer e categorizar os gastos – aqueles que ele já não faz automaticamente – e ficar de olho para não extrapolar na gastança!

o Farol

O dono da área, ilumina o caminho das viagens e reflete nossos princípios: Viajar, Ver e Viver.

Sem comentários

Adicione o seu

Booking.com